Luso Football

Blog dedicado às Camadas Jovens/Futebol de Formação do Sporting Clube de Portugal.

terça-feira, setembro 12, 2006

Sporting 1 - 0 Inter Milan (Champions League)



Bookings:

16th minute, Liedson, Yellow Card.
20th minute, João Moutinho, Yellow Card.

Ball Possession at Half-Time: Sporting 59% - 41% Inter.
Ball Possession at Full-Time: Sporting 55% - 45% Inter.

GOAL SPORTING, Caneira scores at the 64th minute by virtue of an assist by Tonel.

Substitutions:

66th minute, Alecsandro substitutes Romagnoli.
82nd minute, Rodrigo Tello substitutes Nani.

MOM: João Moutinho.

João Moutinho was the player who suffered the most fouls, 6 in total.

Attendance: 30.222.

In The Champions League:

Caneira, 90 minutes, 1 goal.
Tonel, 90 minutes, 1 assist.
Ricardo, 90 minutes.
Anderson Polga, 90 minutes.
Abel, 90 minutes.
Miguel Veloso, 90 minutes.
Yannick Djaló, 90 minutes.
Liedson, 90 minutes, 1 YC.
João Moutinho, 90 minutes, 1 YC.
Nani, 82 minutes.
Leandro Romagnoli, 66 minutes.
Alecsandro, 24 minutes.
Rodrigo Tello, 8 minutes.



André

17 Comments:

At 20:41, Blogger André179 said...

Isto é apenas a minha opinião mas ao intervalo acho que estamos a dar um banho de bola ao Inter. Não esperava tanto Sporting. Mesmo que fique empatado desde que a gente jogue assim até ao fim fico orgulhoso.

PB vai tirar o Romagnoli e meter o Alecsandro e mudar para um 4-3-3 mais cedo ou mais tarde.

André

 
At 21:14, Blogger André179 said...

E não é que o Bento tira mesmo o Roma e mete o Alecs? LOL.

Grande golo do Caneira, vamos pra cima deles, crlh.



André

 
At 23:17, Anonymous Anónimo said...

Parabéns. Deves estar radiante!

Tens de reconhecer que tiveram alguma sorte, no sentido de que ganhar um jogo sem oportunidades claras e com um golo de um herói (muito) improvável é sorte, mas também mereceram e muito essa mesma sorte.

Penso que o Sporting fez um jogo fantástico em termos de capacidade de luta, coesão e organização. Ainda mais surpreendente se virmos os jogadores que alinharam(4/5 sub-21??) e os que faltavam.

Parabéns pela cantera mas sobretudo pelo Paulo Bento. A verdade é começa a soar cada vez menos descabida a comparação que em tempos fizeste ao Mourinho(tirando o estilo como é obvio)...

Pedro Tavares

 
At 00:36, Blogger Rui777 said...

Caneira foi o herói do jogo, mas João Moutinho foi fantástico.

 
At 08:35, Blogger André179 said...

Obrigado, Pedro.

Contra o Inter o golo tinha que vir de fora da área porque com Vieira, Samuel, Ibrahimovic, Dacourt é impossivel marcar de bola parada contra aquelas torres.

Boa sorte para o FC Porto esta noite.

Se a gente conseguir duas vitórias sobre o Spartak e no minimo mais um pontinho nos 3 jogos que restam contra Inter e Bayern ficamos com 10 pontinhos e ai podemos sonhar.

André

 
At 08:41, Blogger André179 said...

Rui, é dificil escolher um home do jogo porque muitos jogaram bem, neste modelo de jogo de PB o Liedson não pode ser o goleador que era com Peseiro mas para mim desde que ele se "mate" a abrir espaços, desmarcar colegas, recuperar bolas por vezes ao lado do Caneira (Liedson defende em GRANDE profundidade) e sue da maneira como sua quem pode reprender este hommem, ele dá tudo em campo quandos muitos avançados nunca aceitariam sacrificar-se daquela maneira pois querem é golos.

JM28 foi enorme e MV24 tendo em conta que foi o seu 2º jogo pela equipa principal esteve muito bem no centro e mesmo a fechar a ala direita, grandes meninos, houve ali uns 3 MOMs mas acho que o João Moutinho merece ser o MOM, o baixinho passa, corta, marca os adversários, encontra linha de passe, filtra o centro, fecha a esquerda, etc, é um guerreiro e mesmo assim tem uma qualidade de passe acima da média. Se o Patrick Vieira achou que o Fabregas o meteu no bolos nos Juventus VS Arsenal ele agora deve estar convencido que o Fabregas deve ser o gémeo do Moutinho.

André

 
At 15:06, Blogger Gonçalo said...

Como prometido continuo a deixar comentários no teu blog porque considero um espaço muito interessante para a discussão e partilha de opiniões sobre futebol.
Decidi guardar este comentário para agora porque a emoção era muita na noite de ontem e os comentários podiam revelar uma grande instabilidade emocional, dado que a felicidade era imensa.
A partir do momento em que soube que o Sporting estaria no Grupo do Inter, B Munique e Spartak Moscovo, acreditei que o Sporting tinha tido muito pouca sorte e que estaria num dos grupos mais fortes da Champions, quiçá o mais forte. Mesmo amigos meus não acreditavam no sucesso do Sporting neste Grupo mas eu sempre confiei na organização, humildade e determinação da equipa jovem do Sporting. Desde o início da pré-época, tenho sentido que o Sporting não tem uma equipa invencível (não há equipas invencíveis) mas que para vencer esta equipa, o adversário terá de ser muito organizado e trabalhar muito como equipa, contrariando a maior virtude sportinguista.
Ontem provou-se isto mesmo, o Sporting revelou a excelente equipa que tem, onde o conjunto é a prioridade sobressaindo secundariamente as individualidades, ao contrário do Inter em que a sua maior força actualmente são as suas estrelas que, de um momento para o outro, podem decidir um jogo.
Mourinho disse que o Inter é o principal candidato à conquista da Champions. No entanto, não concordo com a sua opinião, o que considero é que o Inter tem o plantel com maior número de soluções em termos de quantidade e qualidade, no entanto um Barcelona ou um Chelsea apesar de terem menos soluções, apresentam um onze titular com maior qualidade que o Inter. De qualquer forma, o Inter apresenta-se com uma onze titular muito forte, ao qual o Sporting se opôs da maneira que tinha para vencer, com determinação, organização, plena entreajuda entre os sectores e depois aguardando pacientemente pelo golo que surgiu (e que golaço) pelo Caneira.
Neste jogo o MOM deve ser atribuido à equipa, porque foi o conjunto que ganhou o jogo(não podia ser de outra forma), sobressaindo-se muitas individualidades desse conjunto. Mesmo assim gostaria de fazer destaques individuais e julgo que terei de falar de todos os jogadores que participaram nesta vitória porque todos foram bravos. Ricardo esteve seguríssimo transmitindo segurança à sua defesa mesmo sem ter de chamado à prova muitas vezes. Começa a surgir o Abel intransponível e com o pulmão da época passada, tendo ainda de se aperfeiçoar nos movimentos ofensivos, nomeadamente na qualidade de passe. Tonel é um jogador em que a concentração e determinação é a palavra de ordem, um jogador que dura os 90 minutos em alto nível, e que tem crescido imenso nas mãos de Paulo Bento, apresentando argumentos para a chamada à Selecção Nacional. Polga é um jogador transfigurado na era Paulo Bento, porque confesso que era um jogador dispensável por mim há dois anos, mas neste momento é muito provavelmente um dos melhores três centrais a actuar em Portugal. Caneira não teve tarefa fácil perante as investidas de Maicon e Vieira, mas demonstrou a natural experiência e segurança defensiva e ainda teve tempo para fazer um golo como talvez nunca tenha feito na sua carreira (pelo menos não me recordo). Foi o primeiro jogo que vi o Miguel Veloso a médio defensivo (não pude assistir ao jogo na Madeira) e não há dúvidas que o Paulo Bento acertou em cheio e que mais um jovem da formação leonina começa a afirmar-se. João Moutinho foi o lutador incansável que já conhecemos e que neste jogo não poderia ser de outra forma, mantendo um nível de jogo elevado, constante e de grande maturidade, em que o perfume do seu futebol também se fez notar. Nani fez uma actuação em crescendo, mais preocupado no início com as situações defensivas mas acabando-se por soltar e dar mais profundidade ao jogo do Sporting, sem descurar os aspectos defensivos.Romagnoli foi talvez o elemento mais fraco da equipa, demonstrou bons pormenores mas terá de surgir mais em jogo fruto da sua posição, porque encontra-se muitas vezes escondido no jogo. Liedson, o lutador incansável que impressiona pelo pulmão e omnipresença que apresenta, aparecendo nos diversos sectores da equipa com uma entrega impressionante. Djaló, a arma secreta de Paulo Bento para este jogo, um jovem que não se impressionou com os nomes que tinha pela frente e que jogou o que já tinha mostrado na pré-época com adversários mais fracos, julgo que será a revelação do ano no Sporting. Alecsandro entrou com vontade de se mostrar e de ajudar a equipa e Tello entrou para o controlo de jogo final.
Agora há que continuar com a mesma humildade e pensar já no jogo importantissimo da liga no Sábado contra o Paços de Ferreira.
Um abraço André;)

 
At 17:06, Anonymous joao1969 said...

Na minha primeira intervenção neste espaço permitam-me aludir ao grande momento que o mundo Sporting viveu ontem à noite.
1. Espantosa empatia do público e equipa. Só se lamenta que apenas 30.000 pessoas tenham comparecido!!! É que o Sporting não jogava na CL desde 2000! e defrontava o melhor plantel da actualidade! Não entendo!
Os Sportinguistas que se demitem das suas obrigações mais básicas não poderão depois exigir que Moutinho, Nani, Veloso... se mantenham entre nós perante solicitações financeiras incomportáveis para os cofres do clube.
2. Galhardia, talento, coesão, solidariedade, atitude, organização, disciplina...assim se constroi uma equipa de alta competição como aquela que tiveo privilégio de ver, AO VIVO, ontem.
3. Na sequela do jogo de ontem, estou de acordo que ganhámos um novo pivot defensivo ( grande recuperador, brihante nas transições ofensivas e exclente meia distância )mas por outro lado o centro da defesa necessita de uma alternativa credível a Tonel e polga, é imperioso adquirir um jogador experiente para essa posição!
Saudações leoninas
um abraço André

 
At 20:10, Anonymous Anónimo said...

Fantástico SPORTING!

A exibição colectiva foi de uma qualidade, Talento, simplicidade e entrega como nunca fizemos na CL! Tenho de destacar individualmente: MV24 com uma exibição monumental(meço as minhas palavras)sentido posicional e táctico, jogo aéreo(não me lembro que tenha perdido uma bola!!!! E saltava com aqueles craques!), classe a passar( sempre para a frente!) e comtemporizar e frieza! Em suma Custódio, nunca mais por favor! Depois JM28 jogo espectacular, meteu Figo, Vieira e Stankovic no bolso! Não me surpreendeu é já uma certeza! Nani foi muito bom, não inventou jogadas individuais, jogou sólido, teve aqueles arranques imparáveis, só lhe faltou o golo! Yannick, fantástico! Que irreverência, teve uma arrancada na 1ª parte que o define como jogador! Para mim PB deve apostar nele como titular! A defesa esteve a altissimo nivel, especialmente Caneira que fez o melhor jogo desde que voltou ao Sporting( não foi só o golão houve muito mais!) Em resumo vulgarizámos "a melhor equipa do mundo??"( Mourinho)! Eu dou sempre um certo desconto ao que diz o José, ele gosta muito de se ouvir, e na CL TEM MUITA DOR DE COTOVELO E muita sorte habitualmente!!
Outra marca muito importante: jogámos com 8 PORTUGUESES! Para mim estas coisas contam, é um orgulho!
Uma pergunta: como é que comentas a substituição do Romagnoli pelo Alecs? Não foi demasiado risco? O PB está-se a transfigurar!
Concordo que com 10 pts seguimos em frente!

SPOOOOOOOOOORTING!

Luis MP

 
At 21:49, Blogger André179 said...

"Uma pergunta: como é que comentas a substituição do Romagnoli pelo Alecs? Não foi demasiado risco? O PB está-se a transfigurar!"

Eu acho que por enquanto é dificil ou no minimo prematuro colocar rótulos a PB porque tacticamente ele não é o mesmo de á 6 meses, não diria que está a transfigurar-se mas diria que está numa fase de alguma aprendizagem e experimentação o que se notou particularmente na pré-época.
O ano passado o PB era previsivel que nem um relógio a nível de substituições mas desde então nota-se algumas diferenças particularmente acho que está mais ousado e joga menos na contenção ou se tiver que alterar o equilibrio do meio-campo o faz mais cedo (ao intervalo VS Boavista por exemplo) mas isto também pode ser um reflexo do facto de alguns jovens (particularmente Nani) já defendem muito mais que na época passada e por isso Bento não se sente na necessidade de usar 4 unidades de contenção ou operárias como era em 05/06 em que Moutinho, Sá Pinto, Custódio estavam sempre lá e o Nani jogou 29 jogos mas fez quase metade dos minutos do JM28 porque a nível de recuperação de bolas e cortar jogadas não oferecia garantias que agora oferece.

Não creio que tenha sido demasiado arriscado porque eu quando disse para tirar o LR30 para colocar o Alecs era porque claramente era preciso mais pressão na frente para tentar ganhar o jogo e por isso tinha que entrar o Alecs e quando olhava para o XI para mim claramente o Roma era a unidade que estava a produzir menos ou com menos fulgor portanto para mim era óbvio que só podia sair ele ou alternativamente o Djaló caso PB não quisesse arriscar demasiado.

Tacticamente não foi um risco porque o posicionamento do Yannick compensou. O Alecs entrou após o golo mas eu dizia que ele devia entrar para o PB mudar de 4-4-2 losango para um 4-3-3 com 1 Avancado-Centro (Alecs ou L31) flanqueado por outros 2 avançados (qualquer um dos 3 consegue flanquear) mas o PB quando entrou o Alecs em vez de mudar para um 4-3-3 manteve o 4-4-2 losango mas agora com Yannick na posição (mas sem as mesmas funções) de Nº10.

Se fosse um 4-3-3 o PB teria mantido o Veloso, Nani e JM28 no meio-campo e como essencialmente eram essas as únicas 3 unidades que recuperavam bolas não se iria perder nada com a saida do criativo LR30. O que se podia perder era ocupação de espaço porque sem o Roma atrás dos avancados haveria um espaço enorme entre o trio de ataque e os 3 médios mas PB astutamente colocou Yannick a preencher esse espaço e a funcionar um pouco como um 3º ponta-de-lança.

André

 
At 22:13, Blogger André179 said...

Gonçalo, para mim o Pepe é o melhor central de liga mas a melhor dupla de centrais para mim é claramente Tonel e Polga pois complementão-se maravilhosamente o atleticismo e garra de Tonel com a qualidade técnica e timing de Polga. Não peçam ao Polga que se posicione no meio-campo (como fazia o Peseiro) e depois venha a correr defender só para que a sua falta de velocidade seja ainda mais óbvia e os adeptos o queimem dizendo que é preguiçoso. O Polga é um grande jogador, simplesmente não é muito atlético e tem que estar em funções de marcador zonal á frente do Ricardo e deixar as correrias para Tonel.

Não gostei de ouvir o Rui Santos dizer á 10 dias que ao Sporting fazia falta um grande central.

O Caneira marcou a época passada VS Nacional.

Uma equipa tem sempre tendência para jogar ao ritmo imposto pelo seu playmaker e o Sporting não se pode dar ao luxo de jogar ao ritmo que Roma imprime á equipa.

Para mim é apenas uma questão de tempo até Nani se assumir como Nº10 do Sporting, nada me espantaria que daqui a 2-4 semanas isso já fosse uma realidade.

Costumo dizer que há jogadores bons e maus e os bons só são tão bons ou tão maus consoante o treinador que têm pois este pode não ter a perspicácia ou inteligência de os utilizar de maneira realçar as suas qualidades e camuflar as suas deficiências.

Tenho pena de as pessoas terem andado sempre a queimar o Polga e Ricardo e não tenham percebido que tem mais a ver o treinador tal como tenho pena que insistam em queimar o Garcia, Tello, Custódio.

Alguém aqui me vai dizer que viu o Tello jogar mal uma única vez desde que PB tomou posse? Não é um génio e também não o é o MG mas são jogadores bem acima da média e bastante uteis.

O Miguel Garcia é claramente um lateral de contenção mas aquele imbecil do Peseiro queria que ele fosse para a frente. Para quê? Para expor ainda mais a sua falta de velocidade e resistência aeróbica para os adeptos o poderem queimar? Agora qu ejoga na contenção deixando Ronny subir pelo flanco oposto os adeptos dizem que ele est+a transfigurado. por favor, ele simplesmente está a cumpri uma função para a qual está mais vocacionado. Além disso é um rapaz humilde e genuinamente Sportinguista.

O Custódio está num mau momento de forma após ter atravessado 3 modelos de jogo diferente em 3 épocas mas é pena que os adeptos tão fácilmente se esqueção da época que fez em 03/04 com o Engenheiro na qual foi BRILHANTE e quando se tem aquela qualidade é apenas uma questão de tempo e paciência até ela vir á tona.

Já agora um abraço para o Bruno Alves que é outro mal amado dos adeptos e sinceramente não percebo quem insiste em colocar BA e Ricardo Costa na mesma categoria, o Ricardo sempre foi péssimo enquanto o Bruno Alves é um bom jogador com qualidade (particularmente) fisicas muito interessantes e nunca teve oportunidades a não ser agora. Não é um génio mas é um bom jogador e fico feliz por ele e ficarei feliz de o ver calar os seus criticos.

André

 
At 01:19, Blogger Gonçalo said...

Fico feliz por notar que o teu blog está cada vez mais a tornar-se num fórum de opiniões, julgo que é uma espaço que tem tudo para ser um local de grande partilha de opiniões, basta ver a qualidade dos comentários presentes nesta página, destacando-se sem dúvida os teus.
Quando disse no meu comentário que o Polga está neste momento nos três melhores centrais do campeonato, pensei logo que o primeiro lugar estava entregue de forma destacada ao Pepe, um defesa seguríssimo, muito completo e que só tenho pena que não tivesse ficado no plantel do Sporting no tempo do Boloni, se não me engano.
Julgo que o PB está a mostrar um trabalho à semelhança de Mourinho que explorava ao máximo as qualidades dos seus jogadores. Lembro-me do campeão europeu Ricardo Fernandes, um médio que passou pelo Sporting, Porto e agora está no Chipre, que para mim sempre fui um jogador mediocre mas que até no Porto resolvia algumas situações nas mãos do Mourinho. Passado um ano veio para a minha cidade jogar pela Académica e revelou-se aquilo que previa, muito fraquinho.
E PB está a explorar também as principais virtudes dos seus jogadores, notando-se que muitos jogadores passaram de bestas a bestiais num piscar de olhos. Os casos que apresentaste são exemplo disso, Polga está posicionado no espaço indicado, tendo tempo para a leitura de jogo que o caracteriza e para recuperar no terreno com mais facilidade, deixando Tonel num espaço em que se deve ser mais lutador e agil nas transições, sem duvida o complemento um do outro que tão bons frutos tem dado. Miguel Garcia actua consoante as funções defensivas que melhor desempenha, um defesa raçudo, com amor à camisola (não me esqueço do jogo de Alkmaar) e que contribui para dar maior consistência defensiva como Caneira faz do lado oposto, aventurando-se no ataque pela certa e com as devidas compensações defensivas. Tello foi um jogador que nos primeiros anos em Alvalade não me agradava minimamente mas que mesmo nos tempos do Peseiro já dava para perceber que era um jogador útil, com um pé esquerdo maravilhoso que demonstra qualidade de passe e de remate, e que tem adquirido uma atitude defensiva importante no controlo do jogo e na contemporização do mesmo numa situação de vantagem. Custódio nunca foi um mal amado para mim, acredito que tem tudo para ser a curto prazo um dos melhores médios defensivos a actuar em Portugal, já merecendo uma chamada à Selecção Nacional. Lembro-me que a falta de Custódio deixava muitas saudades em jogos em que perdiamos o controlo do meio-campo e acabávamos por perder os jogos. Custódio é um jogador que cobre bem o seu espaço à frente da defesa, constituindo um notável tampão nas investidas do adversário. Apenas julgo que poderia aproveitar melhor a sua qualidade técnica e ser mais incisivo no ataque, mas também pode ser estratégia do PB que conhece melhor as capacidades do Custódio e que não pretenderá desgastar e desposicionar um belo elemento no meio-campo defensivo do Sporting.
Mesmo existindo jogadores no plantel que não são aqueles jogadores que me impressionam, acredito que todos serão úteis nesta época, todos vão ser utilizados e que é preciso ter jogadores menos brilhantes no plantel para colmatar o desempenho macio que onze estrelas podem proporcionar.
Fica bem;

 
At 01:28, Blogger Gonçalo said...

Apenas esqueci-me de referir uma coisa...Não ligues aos comentários de Rui Santos, eu também o ouço no seu Tempo Extra, mas muitas vezes só me dá vontade de mudar de canal. Na minha opinião é o típico jornalista parcial, e em que a sua dama não me parece minimamente o Sporting. É raro ouvir um comentário favorável ao Sporting e, muitas vezes, discordo plenamente com o que diz...Para te dar um exemplo, no Domingo ao lançar o jogo contra o Inter, referiu muito poucas esperanças na equipa leonina para este jogo, sentindo que estava a desvalorizar um conjunto que tão bons desempenhos tem dado. Todos os jornais ou a sua maioria tinha enaltecido as indicações positivas do Alecsandro na Madeira e ele destacou apenas os possiveis defeitos, referindo-se apenas que Alecsandro está gordo e que no Sporting já é um hábito chegarem brasileiros com excesso de peso.
Por estas e por outras que admiro a neutralidade de Luis Freitas Lobo, que sobre Alecsandro referiu-se que a sua estrutura normal é esta.
Um abraço.

 
At 04:22, Anonymous Joey said...

Sadly I couldn't see the game but am thrilled at the result. Few questions anyway:

1. When Tello came in, did Moutinho switch to "Inside-Right" or did Tello play the position? If he did play "Inside-Left" how do you rate his performance?

2. Another Sub question; When Alecsandro came in, did PB go to a 3 striker form or Yannick/Alecsandro play N#10?

 
At 11:25, Blogger André179 said...

"1. When Tello came in, did Moutinho switch to "Inside-Right" or did Tello play the position? If he did play "Inside-Left" how do you rate his performance?"

Yes, Tello went to "Inside-Left", since he's left footed and Moutinho while ambidextrous has a stronger right foot it was the only logical repositioning to do.

Well, RT11 only had 8 minutes (plus the overtime) to play but he did well. In removing Nani who is a creative player with improving tackling skills for a more seasoned player like Tello PB was at the 82dn minute mark taking his foot of the gas offensively and adaopting a more cooler headed apporach by freshning up his midfield with a new unit to help Caneira close out the left corridor.

I like Tello, he's no genius but he's very usefull player if used well. He's the sort of Left-Back that does well in a contention role and doesn't cross past the midfield line, he crosses the ball well from midfield, he's tactically cultured, he's just not very fast and due to the lack of hiehgt he does not double up the left sided Centre-Back that well. I think he's been usefull for us at Left-Back and Inside-Left but I prefer him in the midfield, he's got good passing skills and is an experienced player.

"2. Another Sub question; When Alecsandro came in, did PB go to a 3 striker form or Yannick/Alecsandro play N#10?"

He kept the 4-4-2 with midfield diamond with Yannick moving to Romagnoli's position of Nº10 and Alecsandro on the right side and L31 on the left side of the 2 strikers system. Yannick played behind the strikers in LR30's slot but he was not organizing the team's play, he was merely trying to come in behind them much in a 3rd striker role.

With Alecs entrance the tactical system remained the same but the "modelo de jogo" was slightly different.

Had Caneira not scored I believe Alecs entrance would have switched the team from 4-4-2 to a 4-3-3 with the team abdicating from a player in "the hole" and putting 3 units up front with 1 striker and 2 flankers playing fairly compact up front. But since Caneira score Alecs still came in but the tactic didn't become any more daring than it had been for 70 minutes.

André

 
At 11:40, Blogger André179 said...

Gonçalo, eu gosto do Rui, gosto dele, do Humberto Coelho (desculpa Rui mas é verdade), do Veloso, do Toni, do Joaquim Rita, do Luis Freitas Lobo, do João Rosado e outros que agora não me lembro. Dispenso o Gabriel Alves e aquele tipo da TVI, Valdemar qualquer coisa, detesto comentadores que gritam aos berros cada vez que a bola passa a 20 metros de baliza.
Aquele rapaz mais jovem da Sportv (nome?), penso que por vezes faz relatos da jornada da série A também é bom comentador.

Também temos que perceber que o formato do tempo extra não favorece o RS porque só lhe fazem perguntas a ele enquanto no forum da Superliga por vezes têm 2 ou 3 convidados (ou ouvem chamadas telefónicas de "Domésticas" sempre a falar do seu Benfica, LOL) e a pressão de estar sempre a dizer qualquer coisa não é tão grande. Ali é sempre durante 60 minutos a pedirem-lhe opiniões e por vezes fico com a ideia que ele responde isto ou aquilo simplesmente porque tem que dizer alguma coisa.

Eu conheço um dos jornalistas da SIC N e durante meses andei a chatear esse tipo a dizer que o programa era interessantissimo e devia ser mais que 30 minutos, não sei se tive alguma influência mas a verdade é que subiram para 60 minutos e segundo me contou é um programa com grande audiências por isso fico feliz pelo jornalista, pela SIC e pelo Rui e por mim que gosto do programa.

Tenho pena do falecimento da revista DOZE em 2004 pois gostava muita da revista e o Rui Santos tinha uma coluna semanal muito interessante. No Domingo comprei a "J" a pensar que seria tão interessante como a DEZ mas aquilo parece mais a playboy que outra coisa qualquer. Embora Jaciara seja sempre Jaciara.

Prefiro mil vezes ouvir o Rui Santos que ouvir o Dias Ferreira, Jorge Gabriel ou Sérgio Godinho ou outro qualquer adepto famoso armado em pseudo-comentador, Dias Ferreira é um desconversador nato, JG é um idiota que NADA percebe de futebol e SG é um chato, fastidioso e que me dá sono. Só o Rui Moreira consegue ser minimamente interessante embora por vezes Guilherme Aguiar e o comentário benfas do Trio de ataque também tenham opiniões boas.

André

 
At 12:21, Blogger André179 said...

"Quando disse no meu comentário que o Polga está neste momento nos três melhores centrais do campeonato, pensei logo que o primeiro lugar estava entregue de forma destacada ao Pepe, um defesa seguríssimo, muito completo e que só tenho pena que não tivesse ficado no plantel do Sporting no tempo do Boloni, se não me engano."

O Pepe é um Central possuidor de grande atleticismo, é rápido, tem um óptimo impulso vertical e uma resistência aeróbica assinalável e a defesa de 3 centrais dificilmente funcionaria sem um jogador com aquelas caracteristicas no meio. E penso que se Adriaanse tivesse ficado o trio eventualmente seria João Paulo-Pepe-Bosingwa que são 3 jovens e de caracteristicas atléticas muito semelhantes que poderiam dar grandes alegrias ao Porto durante muitos anos.
Para mim o Pepe foi o jogador do ano em 05/06, deram ao Quaresma mas acho que o Pepe merecia. Espero um dia ver este jogador (e o Helton e talvez o Liedson) na seleção pois são jogadores com qualidade para fazer a diferença e excepções como a do Deco só devem ser feitas para jogadores que verdadeiramente venham acrescentar algo.

"Julgo que o PB está a mostrar um trabalho à semelhança de Mourinho que explorava ao máximo as qualidades dos seus jogadores. Lembro-me do campeão europeu Ricardo Fernandes, um médio que passou pelo Sporting, Porto e agora está no Chipre, que para mim sempre fui um jogador mediocre mas que até no Porto resolvia algumas situações nas mãos do Mourinho. Passado um ano veio para a minha cidade jogar pela Académica e revelou-se aquilo que previa, muito fraquinho."

Sempre tive uma simpatia pelo RF, não era um génio mas tinha qualidades, batia muito bem os livres, tinha um centro de gravidade baixo e aguentave razoavelmente bem as cargas quando transportava a bola e creio que jogou a Nº10 num jogo da Supertaça pelo Porto, não sei. Sinceramente fico com a impressão que se Boloni tivesse ficado mais 2 anos e RF fosse seu jogador teria evoluido bastante mais. Preferia mil vezes o RF ao Clayton nem que fosse pelos respectivos encargos salariais.

"Custódio nunca foi um mal amado para mim, acredito que tem tudo para ser a curto prazo um dos melhores médios defensivos a actuar em Portugal, já merecendo uma chamada à Selecção Nacional. Lembro-me que a falta de Custódio deixava muitas saudades em jogos em que perdiamos o controlo do meio-campo e acabávamos por perder os jogos."

No principio da era Peseiro o CC27 ficava no banco em favor do Tinga a titular e bem vimos a porcaria de inicio de época que fizemos. O Tinga e o Custódio são jogadores de caracteristicas completamente diferentes tal como o CC27 é um trinco diferente do MV24 tal como comparar o Zezinando Correia com o CC27 também não faz grande sentido. O Custódio é um trinco posicional que ocupa os espaço entre os centrais e interiores mas sem grande mobilidade está ali para filtrar o jogo, ocupar espaços e cortar linhas de passe mas necessita de um 2º trinco de maior mobilidade para actuar á sua volta de maneira a permitir que o Custódio não saia daquele espaço onde faz a diferença com a sua qualidade de passe na verticalização do jogo. O Custódio é semelhante ao Costinha enquanto o Miguel Veloso é mais estilo Maniche, um recuperador de bolas que avança um pouco mais no terreno. Em ambos os casos o JM28 serve de apoio a qualquer um dos dois. Além disso quando a equipa é apanhada em contra-pé em superioridade numérica o CC á imagem do Costinha desce para trás e torna-se o 3º central, particularmente quando o contra-ataque vem pelo corredor esquerdo.
Comparar o Custódio com o Veloso dizendo que um é melhor que o outro é como dizer que o Sissoko é melhor que o Xabi Alonso ou que o Gattuso é melhor que o Andrea Pirlo, são comparições ridiculas.

É pena o Peseiro ter metido o CC27 no banco porque no fim de 03/04 o Engenheiro tinha deixado o Custódio, Polga e Beto completamente rotinados e com automatismos defensivos bem assimilados, ao colocar em campo o Tinga o PÉzeiro deu cabo disso tudo.



André

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home