Luso Football

Blog dedicado às Camadas Jovens/Futebol de Formação do Sporting Clube de Portugal.

quinta-feira, outubro 12, 2006

Assembleia Geral de Sócios/Relatório e Contas


Relatório e Contas relativos a 2005/06


Fantástico, uma excelente foto na 3ª página do Relatório e adivinhem quem é aquele fulano mesmo atrás de José Eduardo Bettencourt


Angulo inverso, foto que eu estava a tirar na altura, está giro, eu tirei uma foto do fotografo e ele tirou-me uma a mim, isto é que é sintonia, LOL.


Página 22, olha quem ele é, o preto matulão na esquerda, é o Marco, foi meu colega de escola 2 anos atrás.
Tinoco de Faria foi avistado no Alvaláxia em Agosto a examinar as instalações e alguns sócios mencionaram que isso não lhes agradou. Explicação é que TdF é advogado da TBZ e foi ele que negociou vários acordos envolvendo a empresa e o Sporting inclusive o trespasse do Bingo para a TBZ. Aparentemente durante a sua vistoria ás instalações do Alvaláxia TdF recusou-se a entrar na loja verde a menos que um dos seguranças ficasse perto dele.

O Relatório foi aprovado com 776 votos a favor, 66 abstenções e ZERO contra, estiveram presentes 119 sócios.

Antes da assembleia começar houve 1 minuto de silêncio em honra de Silvio Borges.

O Dr Rogério Alves começou por anunciar que a equipa de Futsal tinha ganho 4-3 na Polónia e aproveitou para estabelecer a comparação de como o Sporting se sai sempre melhor que a Seleção Nacional.

O activo do clube é de 273 milhões de euros comparado com 218 milhões em 2001/02 e o resultado operacional negativo era de 40 milhões em 01/02 e agora é de 19 milhões.

O Bingo estava a dar prejuizo (bem como o do Belenenses e E. da Amadora) e teria que ser equilibrado até Dezembro ou fecharia. Não foi equilibrado mas só foi trespassado para a TBZ em Abril.

Foi uma noite agradável, tive chance de rever muitos "camaradas" destas andanças, alguns que já não via desde a 1ª Assembleia no Pavilhão Atlântico pois alguns não moram em Lisboa e viajam muitos kilometros desde o Alentejo ou Leiria de propósito só para vir ás Assembleias mas ficaram desde já convidados para vir comigo a Alcochete no Domingo.


Isabel de Trigo Mira de cor de rosa


Rita Figueira na esquerda, Dr Rogério Alves prepara o seu monólogo cómico, Nuno Casquilho na direita inspeciona o microfone


Dr Rogério de Brito




André

5 Comments:

At 10:33, Anonymous Tello said...

A mostrar trabalho e a calar muitas bocas!

 
At 11:29, Blogger André179 said...

Sinceramente esperava mais. Não tenho dúvidas que estamos na direção certa mas a verdadeira questão é a que velocidade caminhamos para lá.

O clube sofreu uma grande reorganização a nível empresarial cortando muita gordura e limando peso da folha salarial mas em Portugal existe esta mentalidade de que a maneira de mostrar lucro é despedir luxos supérfluos e baixar salários o que sempre ajuda a gastar menos dinheiro mas a única maneira de verdadeiramente equilibrar as contas é aumentar as fontes de rendimento e no futebol Português isso é muito dificil pura e simplesmente porque o povo Português não tem dinheiro para investir em si próprio quanto mais num luxo superfluo como é o futebol.

É dificl para não dizer impossível um clibe como Sporting, Porto ou Benfica em um ano conseguir fazer mais dinheiro do que aquele que gasta á base de quoptizações, vendas de mercahndizing, receitas de televisão e bilheteira, esqueçam isso por não é possível, mesmo num clube com orçamento de 17 milhões como o nosso é dificil gerar 17 milhões com as receitas atrás mencionadas que permitam equilibrar as contas e dar lucro. Não faço a minima ideia como o Porto consegue ter orçamentos de 50 milhões e sobreviver X de anos seguidos.

No futebol português só existem 3 maneiras de equilibrar as constas; 1) Vender património imobiliário 2) vender jogadores, 3) participar na Liga dos Campeões e obter dai dinehrio de particpação + direitos de TV + bilheteira, etc. Sem estas 2 fontes de rendimento é MUITO dificil equilibrar as contas anuais quanto mais gerar 270 milçhões para eliminar passivos, isto é francamente deprimente e um ciclo vicioso.

A única solução seria redudir a folha slarial do plantel para metade mandando embora metade dos jogadores com mais de 25 anos mas bem sabemos que com essa medida a equipa lutaria pleo 4º a 6ª lugar e os adeptos iriam virar as costas ao clube pois querem é titulos e não saneamento financeiro.

Não invejo os administradores pois têm uma tarefa muito ingrata, o Sporting está melhor e será interessante comparar o relatório de contas do próximo ano com o do ano passado porque comparar de ano para ano dificilmente se vê as diferenças mas se compararem agora com 5 anos atrás já se percebe as melhorias embora nem tudo tenha mudado para o melhor.

A bilheteira subiu, temos mais sócios, vende-se mais merchandizing, já não suportamos a gestão do Bingo, etc está a entrar mais dinheiro e a ser gasto menos do que um ano atrás mas acreditem que isto é uma gota no Oceano comparado com a visão global dos ganhos e gastos. As contas vão ser equilibradas a única questão é quando e durante qanto tempo consguem manter o clube desportivamente competitivo com um orçamento de 17 milhões de euros, é inevitável que suba nos anos que se seguem mas fontes de rendimentos alternativas?

Pelos menos se gerarem 90-100 milhões com a venda do imobiliário e accções isso pagará um terço da divida aos banco e com isso vamos pagar MUITO menos dinheir anualmente e isso sim vai reduzir substancialmente os nossos encargos financeiros anuais e vai acelarar drásticamente a caminhada para o equilibrioo financeiro pois sem gerar esses 90 milhões oequilibrio só seria atingido daqui por 5-20 anos apesar da visão cor-de-rosa que os administradores tentam pintar das contas do clube. Não sei ao certo mas com o pagamento desta quanti aoa banco os nossos encargos anuais devem descer na ordem dos 6 ou 7 milhões anuais, e isso é que é "limar" custos e não despedir um ou 2 funcionários ou fazer cortes salariais, para não falar que o Sporting para de gastar dinehiro a administrar o Visconde de Alavalade, Homes Place (no qual gastou mais de 2 milhões só este ano em acabamentos da estrutura), Clinica CUF e Alvaláxia.

Não tenho qualquer dúvida que vender este patrimoónio foi a decisão acertada não só pelo dinehrio que se poupa mas pelo dinheiro que vamos poupar em pagamentos anuais aos bancos, será uma diferença brutal que em muito vai aleviar o orçamento. Se o clube continuasse com a politica de gestão de Dias da Cunha acreditem que nem em 50 anos o Sporting equilibrava o orçamento, com estes 90 milhões, com presenças assiduas na CL e com a venda de talentos por preços condizentes com o seu valor acredit que na próxima decada as contas vão melhorar imenso e que reduzir os pagamentos aos bancos com a entrega destes 90 milhões é um ponto de viragem para o clube, isso e a inauguração da Academia de alcochete que já produz em qualidade em quantidades que permitem ao Sporting vender 1 jogador por ano sem abalar em demasia a estrutura do XI.



André

 
At 12:29, Anonymous Anónimo said...

Não é Rita Figueira mas Filipa Xara Brasil Borba, a nossa Digníssima Secretária da Mesa da Assembleia Geral.

 
At 19:51, Anonymous Cinco said...

Em relação ao património:

1) Será que o Alvalaxia não vai valer mais quando daqui a uns anos houver ali o tal empreendimento imobiliario? Nessa altura o centro comercial Alvalaxia vai servir essa zona, e melhores lojas fariam aquilo ser mais rentavel. Parece-me errado vender o Alvalaxia.

2) Porque é que se investiu no tal patrimonio? Mais valia não o terem feito e assim parte os problemas financeiros agora seriam menores pois as nossas dividas são em parte culpa desse património.

E para finalizar:

90 ou 100 milhões não será "wishful thinking"?

 
At 00:54, Blogger André179 said...

"Não é Rita Figueira mas Filipa Xara Brasil Borba, a nossa Digníssima Secretária da Mesa da Assembleia Geral."

Correctissimo. Diga-se de passagem que é uma senhora muito simpática.

"1) Será que o Alvalaxia não vai valer mais quando daqui a uns anos houver ali o tal empreendimento imobiliario? Nessa altura o centro comercial Alvalaxia vai servir essa zona, e melhores lojas fariam aquilo ser mais rentavel. Parece-me errado vender o Alvalaxia."

Sim, mas esse empreendimento está na forja desde quando? Quanto mais tempo? E até lá quantas mais despesas?

"2) Porque é que se investiu no tal patrimonio? Mais valia não o terem feito e assim parte os problemas financeiros agora seriam menores pois as nossas dividas são em parte culpa desse património."

Se esse património tiver custado 35 milhões a construir entre 2002 e 2006 e agora for vendido por 55 milhões então será um investimento são, como geralmente costuma ser investimentos em imobiliário.

"E para finalizar:

90 ou 100 milhões não será "wishful thinking"?"

55 milhões de venda de património imobiliário, mais 35 da alienação de 25% ou mais de açções do clube, parece ser um alvo perfeitamente atingível mas tudo depended de quando for realizada a venda das mesmas, em comprei 4.500 acções do Sporting a 2,3 euros, se o Sporting estiver na CL em Janeiro é perfeitamente possível vender essas acções a 2,90 (nume estimativa optimista) e encaixar bastante dinheiro. FSF não tem pressa de vender as acções pois aposta que será possível rentabilizar as mesmas se o SCP se manter na CL mas desnecessário será dizer que nunca sabemos qual a altura certa para vender pois pode ainda subir mais ou estar á beira do abismo, o truque é não esticar demasiado a corda, se o SCP passar a fase de grupos da CL e eu gostar do que ouço na relatório do primeiro semestre provávelmente despacho as minhas e possívelmente compro do FCP em Janeiro se estes não estiverem na CL e a venda do Quaresma foi uma possibilidade.


André

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home