Luso Football

Blog dedicado às Camadas Jovens/Futebol de Formação do Sporting Clube de Portugal.

quarta-feira, novembro 01, 2006

Sporting 3 - 0 Oeiras (9ª Jornada de Juniores).




Numa primeira parte que em muito se assemelhou ao jogo da 7ª jornada (Vs Massamá) o Sporting mais uma vez apresentou-se sem imaginação e sem chama para jogar com a contundência necessária para mandar no jogo. Como de costume a equipa apresentou-se em 4-1-2-3 mas com ligeiras alterações, desta vez Adrien silva esteve no banco e no seu lugar jogou Yannick Pupo enquanto Vivaldo Arrais foi titular mas desta vez no seu habitat natural na ala esquerda.

O Sporting esteve em campo com Rui Patricio na baliza e que nesta ocasião não esteve tão seguro como em outras ocasiões, o quarteto defensivo experiente de Vasco Campos na direita, Tiago Pinto na esquerda e o "muro" composto por Marco Lança (intransponível no jogo aéreo) e Daniel Carriço no eixo da defesa.
O trio no sector de construção foi João Martins a trinco, Yannick Pupo na direita como unidade de transição com responsabilidades tanto a defender como atacar e João Gonçalves na esquerda como organizador de jogo. No ataque o Sporting contou com Ricardo Nogueira como avançado centro e foi municiado por Alison Almeida na direita e Vivaldo Arrais na esquerda.
A equipa visitante começou a acabou sempre fiel a um 4-3-3 cujo sistema táctico era virtualmente igual ao do Sporting mas o modelo de jogo era claramente mais defensivo e o trio do meio campo revelava pouca elasticidade nos desdobramentos ofensivos onde Décio, Edson e especialmente Maicon tudo fizeram para "atolar" as unidades criativas Leoninas.

Como de costume Ricardo Nogueira joga muito solto e nunca se fixa na área mas à semalhança de Liedson é um trabalhador incansável e muitas vezes não se dá por ele (e não lhe dão o devido valor) mas a verdade é que este "Stealth Bomber" que tanto se preocupa em defender, em descer ao meio campo para trazer jogo, em descair pelas alas para procurar espaços etc mas mesmo assim quando os centrais já se esqueceram dele lá vem o Nº9 debaixo do radar e bombardeia o Keeper Bruno com 2 "bombas".
Com Nogueira a descair pelas alas era necessário aumentar a presença na boca da área e com isso em mente vimos Vivaldo Arrais muitas vezes abandonar o flanco e tentar partir os rins de Juliano e Joel (os centrais do Oeiras) mas estes astutamente nunca marcaram o velocista muito em cima e não seria por ali que Vivaldo iria brilhar.

Do lado dos forasteiros destaque para o extremo esquerdo Zito que muitas vezes surgiu nas costas de Vasco Campos e mostrou ser um talento interessante mas o qual Daniel Carriço nunca permitiu nenhuma graçinha pois o Capitão Leonino fechava o corredor direito sempre que Vasco Campos subia e com o evoluir do jogo o lateral direito Sportinguista percebeu também que teria de dar menos espaço e a partir dai foi Tiago Pinto que começou a subir mais (pela ala canhota) e foi dos mais batalhadores durante o periodo de insómnia colectiva na primeira parte.

Sem Adrien mas com Yannick o Sporting tinha essencialmente 2 fantasistas na sua linha média portanto em teoria seria fácil construir jogadas de perigo mas pouco ou nada se viu nos primeiros 45 porque o talentoso João Gonçalves não conseguia entrar no jogo e Vivaldo Arrais não conseguia ligar o meio-campo a Ricardo Nogueira, com ambas estas unidades em sub rendimento não foi surpresa ver ambos substituidos por André Pires e Fábio Paim ao minuto 46.

Com Fábio Paim em campo a equipa transfigurou-se e o jovem extremo entrou em campo cheio de ganas. André Pires entrou para a posição préviamente ocupada por João Gonçalves de interior esquerdo mas com Pires em campo a equipa começou logo a jogar com o meio campo mais adiantado ao ponto do 4-1-2-3 inicial se "esticar" para um 4-1-1-1-3 com André Pires a jogar mais adiantado e inserido no "buraco" mesmo atrás de Ricardo Nogueira ao ponto de em certas ocasiões André Pires ser practicamente o 2º avançado centro da equipa.
Com Fábio Paim a entrar motivado e André Pires a aumentar a pressão no sector de finalização a equipa jogou bom futebol, um "show". Se nos primeiros 45 tinha sido entediante então agora era autênticamente "tiro ao alvo" à medida que Paim, Nogueira, Pires todos tentavam a sua sorte.
Se no inicio Daniel Carriço era o "alicerce" no qual a equipa se erguia e João Martins e Tiago Pinto eram os 2 "geradores" a tempo inteiro então no 2º tempo a equipa encontrou-se e os golos aconteceram com naturalidade fruto de uma circulação de bola, acutilância ofensiva e inspiração colectiva que deu gosto de ver.

Yannick revelou algo que lhe desconhecia, um pé direito, se Vs Pescadores o pequeno Brazileiro sómente usava o pé esquerdo então neste jogo parecia só ser capaz de utilizar o direito e jogou bem, embora não seja um jogador de caracteristicas defensivas mesmo assim nunca se escondeu nas tarefas de auxilio a João Martins e quando o Sporting perdia a bola era dos primeiros a descair para trás ou para perseguir o transportador da bola ou para libertar João Martins para essas tarefas.

Nos últimos 15 minutos entrou o avançado Marco Matias (saindo Ricardo Nogueira que havia bisado) e foi directamente para a faixa direita e com isto verificou-se um reposicionamento no qual Fábio Paim jogava agora como extremo esquerdo, Marco Matias jogava encostado na direita e Alison Almeida (que havia começado como extremo direito) era agora o avançado centro da equipa. Na esquerda Paim era um extremo à moda antiga, tentava conquistar a linha de fundo ou para cruzar ou para depois penetrar a área enquanto Marco Matias nos últimos 20 metros flectia para a zona central numa diagonal na qual tentava rematar à baliza e assim viria a conseguir o 3º golo dos Leões e concluir uma 2ª parte de luxo na qual o Sporting serviu "Futebol Champanhe" aos amantes do desporto rei.




Victor Figueiredo

6 Comments:

At 22:22, Anonymous Anónimo said...

André,

Tu sabes que eu sou um leitor atento e participativo do teu blog!

Também elogio e sublinho a tua missão e entusiasmo no importantissimo acompanhamento das camadas jovens leoninas!

Agora não posso entender nem concordar como é que não dás o minimo destaque ou fazes qualquer referência ao jogo de Aveiro (já p/ não falar do jogo de ontem da CL com o Bayern)!

Entendo, no entanto, que não possas acompanhar todos os jogos, mas nesse caso o teu blog passará a ficar ligado quase exclusivamente às camadas jovens leoninas (e outras), e a análises sobre o universo futebolistico e outros "fait-divers"! Não é que perca interesse, só mudará o âmbito, tornando-se mais restrito!

um abraço deste leitor leonino impaciente

Saudações Leoninas

Luis MP

 
At 23:25, Blogger André179 said...

Luís, eu tenho andado muito ocupado com a minha actividade profissional e por isso tenho cada vez menos tempo para dedicar ao blog e antes do final do ano mais que provávelmente vou ter que parar completamente quando a minha agenda se tornar muito apertada. Já hoje não pude ir a Alcochete e foi lá o meu irmão ver o jogo e tirou as fotografias que estão expostas.

Mas como eu disse uns dias atrás havia algo de errado com o blog que não me permitia colocar posts e durante esses dias eu coloquei 3 posts num blog alternativo chamado "Falange Central" e entre esses 3 artigos estão as minhas opiniões sobre o Beira-Mar e Bayern:

http://falangecentral.blogspot.com/

É hilariante ver os suspeitos do costume entre a massa adepta Leonina a deitar abaixo o Custódio quando está a ser dos jogadores Leoninos mais apreciados pelos adeptos do bayern e critica desportiva Alemã. É preciso ter muita paciência para aturar este sentimento Anti-custódio, ele que foi claramente dos melhores homems em campo. Enfim.

André

 
At 00:02, Blogger Rui777 said...

E se alguém discorda das opiniões deles... Ai Jesus!

 
At 00:04, Blogger Rui777 said...

André,
Sabes se o Paim esteve com algum problema fisico?

 
At 00:22, Blogger André179 said...

Sim, o Fábio Paim disse ao Sandro Baguinho que esteve aleijado.


André

 
At 15:02, Anonymous Anónimo said...

Oi André,quero felicitar-te pelo magnífico trabalho que tens feito aqui no teu Blog,para mim é uma referência. De facto é pena se não puderes continuar a fazer um acompanhamento permanente devido aos teus afazeres profissionais.Contudo penso que o blog vai manter o nível,poderás até dedicar menos horas mas a qualidade está lá.

Relativamente à questão de que alguns adeptos benfiquistas não estarem muito de acordo sobre a menor rotativivade dos míudos nas equipas deles, aquilo que posso adiantar foi o que escrevi num tópico aberto por ti no forum do Sporting(Artinova).O que me foi dito é que no Benfica nas ESCOLINHAS eles utilizavam 14 a 15 jogadores durante o ano e no Sporting jogavam todos.O Sr. da formação do Scp referia-se às ESCOLINHAS e não às categorias de Iniciados,Juvenis e Juniores.Mas pelo que tenho lido das tuas análises parece-me que essa rotatividade tem se extendido tb aos Iniciados e sobretudo nos Juvenis, pelo menos na fase regular.

Qt é que ficou hoje os JuvenisB?

um abraço

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home